Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Banco alimentar - ajudar quem precisa.

 

Hoje o Banco Alimentar encontra-se em muitas superfícies do nosso país para recolher alimentos.
Quem me lê, sabe das dificuldades em que me encontro mas ainda há pessoas que estão piores do que eu.
Como fui ao PD comprar pão e o meu almoço, aproveitei para dar a minha contribuição. Com o dinheiro do meu café, comprei um pacote de massa e uma lata de grão. 
Foi uma contribuição modesta mas foi a que pude dar. Se todos nós contribuirmos nem que seja só com uma coisinha, algo no valor de 50 cêntimos ou até um euro, talvez não faça grande mossa nos orçamentos familiares e estamos a ajudar outros.
Quem sabe se não seremos nós amanhã a precisar? Fiquei com o coração sereno e a consciência tranquila.

 

De Coração Partido

Foi assim que me senti quando entreguei o meu bichinho que encontrei maltratado na rua.

Numa noite de chuva o encontrei e numa manhã de chuva o entreguei.

 

Consegui encontrar uma associação que fez o grande favor de me ficar com ele, o Oscar (foi este o nome que lhe dei).

Não perdi a esperança dele encontrar uma família que o adopte e o estime como ele merece.

 

Quando fui buscar o Oscar, o bicho assim que me viu saltou para cima de mim e vá de me dar lembidelas.

Senti que o tava a trair quando o deixei na associação.

O bichinho ficou cheio de medo de ouvir os outros ladrar e eu tive de o deixar ali sozinho, sem o pode3r proteger.

Estou cheia de remorsos e com o coração partido mas não podia fazer nada. Não podia mesmo ficar com ele nem ele estar mais tempo na oficina do meu pai.

 

Sei que ali cada bichinho tem um comedouro com ração só pra si em vez de um prato para comida para todos, o que faz com que alguns consiam comer e outros passem fome.

 

Não consigo exprimir a dor que sinto por causa do bichinho.

Apadrinhei-o para o poder ver e ir buscá-lo quando quiser. Mas só de pensar no frio que os animais passam nas boxes ainda fico mais triste.

 

Vim de lá lavada em lágrimas e lavada em lágrimas estou enquanto escrevo este post.

 

Continuo a fazer o mesmo apelo: se alguém quiser um cãozinho de porte médio/pequeno, meio e amigo e que gosta de brincar, veja as aqui as fotos e entre em contacto comigo através do mail abaixo:

 

maildateacher@sapo.pt

 

O cãozito está na AMIAMA. Se alguém viver nas redondezas e for deitar tapetes, cobertores ou mantas fora, não o faça. Doe-os a esta associação ou a outra perto de si. concerteza ficar-lhe-ão muito agradecidos.